A Canopy Growth registra perda trimestral menor e reitera dúvidas sobre a continuidade das operações

Canopy Growth registra perda trimestral menor e reitera dúvidas sobre continuidade operações.

9 de agosto (ANBLE) – O produtor de maconha canadense Canopy Growth (WEED.TO) reportou na quarta-feira uma perda central ajustada menor no primeiro trimestre, auxiliada por cortes de custos, e disse que ainda tem “dúvidas substanciais” em relação à sua capacidade de continuar como empresa em atividade.

A indústria legal de cannabis no Canadá está tendo dificuldades para lidar com a indústria ilegal de maconha, prejudicando o crescimento devido a atrasos na aprovação regulatória tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá.

A Canopy havia levantado dúvidas quanto à continuidade dos negócios em junho.

A empresa adotou várias iniciativas para se tornar lucrativa, incluindo redução de pessoal, saída de alguns mercados internacionais, fechamento de lojas e venda de seus negócios de varejo em todo o Canadá.

A empresa, sediada em Smiths Fall, Ontário, tinha C$533,3 milhões em caixa e equivalentes de caixa em 30 de junho, em comparação com C$677 milhões no final de março.

Sua dívida total era de US$1,05 bilhão no final do trimestre relatado.

A receita líquida trimestral da empresa de cannabis cresceu 3% para US$108,7 milhões, auxiliada pela expansão de seu segmento BioSteel, que produz produtos de nutrição esportiva.

A empresa também está enfrentando uma investigação da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) sobre a divulgação de receitas da BioSteel.

A Canopy lançou uma revisão interna em junho para a BioSteel e demitiu vários membros da equipe de liderança do segmento após a conclusão da avaliação.

A perda central ajustada da empresa diminuiu para C$57,8 milhões nos três meses encerrados em 30 de junho, em comparação com uma perda de C$79 milhões no ano anterior.