A Ucrânia afirma ter quebrado parte da temível linha defensiva da Rússia em seu contra-ataque. A próxima camada é ainda pior.

Ukraine claims to have broken part of Russia's fearsome defensive line in its counter-attack. The next layer is even worse.

  • A Ucrânia afirmou ter rompido as linhas defensivas russas no sul do país.
  • No entanto, as tropas agora estão enfrentando fortificações de concreto construídas pela Rússia.
  • A contraofensiva da Ucrânia teve apenas ganhos marginais devido à resistência firme da Rússia.

A Ucrânia afirma que suas tropas romperam as linhas de defesa russas no sul do país, em um raro sucesso para sua contraofensiva.

No entanto, mesmo que a afirmação seja confirmada, de acordo com a própria Ucrânia, a próxima etapa do ataque será ainda mais difícil.

A vice-ministra da Defesa do país, Hanna Maliar, atualizou as operações, afirmando que as defesas russas foram perfuradas. Ela não deu uma localização precisa.

Imagens da atualização dela foram postadas por Anton Gerashchenko, um assessor influente do governo ucraniano.

Ela continuou alertando que a Rússia construiu camadas adicionais de defesas que serão difíceis de quebrar.

Ela afirmou que seus soldados construíram fortificações de concreto em terrenos elevados, o que tornaria difícil avançar. Ela também mencionou bombardeios de artilharia e campos minados como obstáculos significativos.

Maliar disse que a Rússia está mobilizando recursos adicionais e reservas de combate para o sul e o leste.

A tão esperada contraofensiva da Ucrânia só teve ganhos marginais em dois meses.

As elaboradas linhas defensivas da Rússia têm se mostrado mais eficazes do que o esperado, principalmente por meio de campos minados, barricadas e armadilhas anti-tanque.

Em algumas áreas, os densos campos minados forçaram os soldados ucranianos a abandonar seus tanques avançados ocidentais e avançar a pé.

As autoridades ucranianas disseram que ficaram em desvantagem porque as armas ocidentais de que precisavam para avançar demoraram tanto para chegar que a Rússia conseguiu se preparar.